Famosos

Provas encontradas pela Polícia Britânica não terão sido suficientes para acusar casal McCann e não existem novas provas a levantar suspeitas sobre os mesmos![Correção]

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do Dia

 

O texto anterior foi alterado por este que esclarece que NÃO existe nova matéria a levantar suspeitas sobre o casal McCann, admitindo a nossa culpa na partilha do artigo anterior nas redes sociais.

O artigo estava descontextualizado e deu a entender existirem novas provas contra o casal McCann, mas referia-se a um texto de fevereiro de 2019 que já não se encontra actual, e faz referência a um telegrama trocado entre os embaixadores do Reino Unido e dos Estados Unidos em Setembro de 2007 (duas semanas depois de Kate e Gerry McCann terem sido constituídos arguidos), que foi noticiado pela comunicação social em 2010 divulgado pelo jornal espanhol “El País”.

Foi precisamente essas provas que levaram a que os Pais fossem considerados suspeitos e constituídos arguidos na altura. Sendo que o procurador-geral da República (PGR) de então, Pinto Monteiro, afastou a hipótese de reabrir o caso contra o casal McCann, e o caso acabou por ser arquivado em 2008.

De referir também que quando o telegrama foi divulgado em 2010, 3 anos depois do desaparecimento, levou a que o casal McCann voltasse “à repetição de muitas alegações infundadas tanto no Reino Unido como particularmente em Portugal”.

Dado que o texto anterior estava descontextualizado deu a entender que existiam novas provas a levantar suspeitas sobre o casal McCann o que não se verifica.

Nota: O artigo original continha conteúdos falsos ou parcialmente falsos. A correção foi efectuada após o conteúdo original ter sido verificado por verificadores de factos independentes.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do Dia

Deixe o seu comentário: