Famosos

Irmão da Mónica Silva atira-se à ria de Aveiro na esperança de encontrar o corpo da irmã grávida

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do Dia

O mergulhador profissional, irmão de Mónica Silva, a grávida desaparecida, regressou de Angola na segunda-feira, dia 4 de dezembro, para iniciar buscas subaquáticas pela mulher na Ponte da Varela, que liga a Murtosa a Torreira. O local das buscas fica a apenas dois quilómetros do apartamento de Fernando Valente, onde se acredita que Mónica Silva tenha sido morta. A grávida, de 33 anos, desapareceu no dia 3 de outubro após ter saído de casa com ecografias, estando grávida de sete meses na altura do desaparecimento.

As autoridades e a família não acreditam na hipótese da mulher estar viva, tendo já efetuado buscas em várias zonas. Este domingo, dia 3 de dezembro, foram efetuadas buscas numa zona florestal entre a ria de Aveiro e o mar. Apesar da esperança diminuta, o irmão de Mónica Silva não desiste de procurar a irmã e o sobrinho que não chegou a conhecer.

As investigações e buscas pelo paradeiro de Mónica Silva têm sido incansáveis, com a família a demonstrar não só tristeza, mas também esperança de encontrar a jovem e o bebé. O desespero pelos dois desaparecimentos é palpável, mas a família tem continuado a lutar por respostas.

Enquanto isso, o caso de Mónica Silva continua a captar a atenção do país e a incendiar as redes sociais, com pessoas à procura de informações e a partilhar a esperança de um desfecho feliz para esta história.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do Dia

 

Deixe o seu comentário: